segunda-feira, 9 de julho de 2007

Um pouco de história dos Direitos da Criança


A Organização das Nações Unidas proclamou Declaração dos Direitos do Homem a 10 de Dezembro de 1948, mas os temas específicos da Infância não figuravam nela. Só em 1959 é que a Assembleia Geral das Nações Unidas promulga a Declaração dos Direitos da Criança. O ano de 1979 foi também foi importante, porque celebrou-se o Ano Internacional da Crianças. Um grupo de trabalho das Nações Unidas, por proposta do governo polaco, começou a preparar uma Convenção dos Direitos da Infância. Mas só em meados do século passado, com a adopção pelas Nações Unidas, em 1989, da Convenção Internacional relativa aos Direitos da Criança, a criança passa a ser considerada como cidadão dotado de capacidade para ser titular de direitos.

3 comentários:

Altina disse...

Catarina,

Parabéns pela inicitiva!
Que esta seja (mais) uma viagem útil, interessante e criativa como tu tão bem sabes fazer.

Altina

naiade disse...

Acabo de presenciar o nascimento de um blog interessantíssimo. Vale a pena amiga, não apenas saber do tema que apresentas, mas também de perceber que existe a coragem para o discutir. Vamos a isso!!

Anônimo disse...

Força Catarina,

Para esta temática, todos os contributos são poucos. Incentiva, agita, transforma mentalidades.
Assim, também prestas mais um serviço á escala global.

Victor